Subscribe:

19 de setembro de 2008

Então grava no seu : c

"Não sabe brincar não desce pro play"

Essa frase se encaixa perfeitamente no mundo da internet. Como? Se não quer ser visto, não fique conectado!!! Simples!

Desde o início, a grande rede facilitou o serviço de quem queria aparecer. Empresas com propagandas, profissionais com seus serviços, exibicionistas... Esse é o propósito da internet, mostrar todo mundo e o mundo para todos.

Aí vem um e diz: _ Ah! Mas eu quero privacidade!

Se Ciccareli realmente quisesse privacidade com o namorado, não teria ido a uma praia para transar! Teria ficado no hotel, só os dois.

Assim como a praia, a internet é um espaço público e não um lugar para se esconder. Pode ser deserta, mas é pública e, assim como você, alguém também pode querer ir para lá. E o que acontece? A praia deixou de ser deserta! Ops, perdeu a privacidade... oh dó!

Outro vem fala: _ Eu tenho blog, mas não gosto que as pessoas entrem e leiam o que eu escrevo.

Putz! Me diz para que neguin tem blog se não gosta que ninguém leia. Ah, vai comprar um diário com cadeado na papelaria da esquina e deixa o domínio para outro.

Não é possível que alguém ainda pense dessa forma. Essa pessoa não acessa o Google não? E se acessa, aposto que fica todo pimpão quando encontra o texto que procura. Alow!!! Se você encontrou, é por que alguém o colocou ali, alguém que escreveu para ser lido. E vem você falar que não quer os seus acessados? Dos outros pode, né.

Tudo bem, você pode até postar e não falar para as pessoas que você tem um diário virtual, mas alguém, algum dia, vai entrar. Pode ser um conhecido ou não, mas vai entrar.

E os que fazem um perfil no orkut e bloqueiam fotos, informações, vídeos e tudo mais? Acha que está livre de "fuções" se apagar os comentários que recebe. Aí você entra no perfil da pessoa e vai olhar o que os outros falam com ela: "Não tem recados seus blá blá blá". E desde quando eu entro no orkut de alguém para ver o que EU escrevi?

E vem falar de privacidade. Sai do orkut então. Para que colocar um monte de fotos se as pessoas não poderão ver? Ah, só os amigos... Alguém já te falou que uma das ferramentas do orkut é apresentar pessoas? Não? Pois é. Faz o seguinte, imprime as fotos, monta um álbum e vai na casa dos amigos mostrar.

E não adianta ter nome falso por que no fundo é você que está lá. E não precisa ir tão fundo. De alguma forma você está se expondo. Quando alguém mente as informações de um perfil, pode ter certeza que muito é o que a pessoa gostaria de ser. Sendo assim, ela se mostra muito mais do que se tivesse dito a verdade.

E para que mais serve esse site de relacionamento senão para ficarmos olhando o perfil do outro?

O ser humano gosta de aparecer, gosta de atenção. E, na minha opinião, se você coloca um perfil, participa de uma comunidade, fórum, lista de discussão ou qualquer outro serviço da net, você QUER aparecer. Mesmo que não se exponha muito, mas você dá sua opinião, participa e espera, mesmo que inconscientemente, que os outros saibam o que pensa.

Bom, como esse assunto dá pano para a manga, deixo aqui o link do blog do Daniel e do Ewerton, que também escreveram sobre esse assunto. Ah! E pode entrar numa boa, eles postam para ser lidos mesmo!


2 | Comente:

Ewerton Martins Ribeiro disse...

Putz! A nossa conversa (corrida) de mesa de bar te inspirou mesmo, hein? E eu ainda nem escrevi o meu - como pode ver lá no Pretenso Literato, dei uma de jornalista na volta pra casa. Jornalista amador, é verdade; amador e vanguardista, pode-se ver pelo tanto de opinião que eu coloco no texto; mas jornalista.

Vou escrever o meu correndo (se o povo permitir que eu use o meu horário de almoço para coisas pessoais, e não para o trabalho). O seu texto me inspirou ainda mais que nossa conversa animada no bar. Já vou pra lá dizer:"então grava no seu :c!". Rs...

D. Maurity disse...

Ei Lindeza!!! Esses nossos "encontros por acaso" estão virando rotina, hein? Não basta os programinhas culturais de bh, agora a net! É sempre bom te encontrar, mesmo que eu não possa te dar aquele abraço.

Bjo grandão! Adorei o blog